“A esquerda está dividida entre Marquito e Juvenal…”, por Luciano Pereira Cruz

por Luciano Pereira Cruz*

E a direita está unida? Daniel Alonso, Abelardo Camarinha e Juliano estão todos no mesmo campo da direita, seus partidos são de direita, aprovam a política neo-liberal que está vigente no país, brigam pelo apoio do campo Bolsonarista, então são todos representantes da direita, e porquê não se espera União da direita?

Quanto a “divisão” entre Psol e PT ou Marquito e Juvenal como queiram, é importante lembrar que o Psol nasceu da ruptura com o PT, que o Psol foi oposição aos governos do PT, que o Psol sempre teve uma postura independente na cidade e participou de outras eleições com candidatura própria.

O PT segundo o pré-candidato Juvenal se apresenta com uma candidatura para defender o legado de Lula, não é isso que Marília precisa agora, Marília precisa sim aglutinar um campo popular progressista que se coloque contra os desmandos que acontecem a nível nacional e que são representados nas candidaturas da direita, mas é mais do que isso.

Marília precisa se livrar dessa falsa polarização entre Camarinha e Daniel, Marília precisa ser uma cidade mais uma humana, Marília precisa discutir demandas da classe trabalhadora e o orçamento público deve ser usado para oferecer um serviço público de qualidade para os trabalhadores.

Marília precisa olhar para frente e discutir questões como o lixo, transporte coletivo e mobilidade urbana, ocupação de solo e moradia, preservação de mananciais e do meio ambiente, política cultural. E é pra isso e muito mais que Marquito e o Psol se apresentam, nem Bolsonaro e nem Lula, nem Camarinha nem Daniel. Por uma cidade que seja verdadeiramente símbolo de amor e liberdade.

Luciano Pereira Cruz*
Servidor Público Municipal, Agente de Vigilância Patrimonial do DAEM. Primeiro Secretário do Sindimmar e Militante da Corrente Revolução Brasileira.

Compartilhe
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter
Instagram

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*