AUMENTO DE IMPOSTOS: Marília participa de movimento paulista pela ampla reforma

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Marília, Adriano Luiz Martins e o superintendente da entidade, José Augusto Gomes, participam do lançamento do movimento de entidades e lideranças contra o aumento de impostos, em qualquer setor econômico, pela simplificação tributária e pela desoneração da folha de pagamento para gerar mais empregos. O movimento será realizado na próxima segunda-feira, dia 17, às 10h30, no Clube Espéria, localizado na capital paulista. “Vamos reforçar o coro contra essa situação que pode complicar para o empresariado em geral”, disse o dirigente de Marília ao confirmar presença, entre as entidades e lideranças empresariais que entendem que as propostas em discussão no Congresso Nacional não atendem a esses objetivos. “Não podemos e não vamos nos calar”, reforçou o presidente da associação comercial mariliense.

Alfredo Cotait Neto, presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) e da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) está liderando os representantes das associações comerciais paulistas e acredita na presença de um bom número de líderes regionais. “Principalmente, ao que se refere a PEC 45, que provoca um aumento na tributação no setor de serviços para pessoas físicas, sobretudo nas áreas de educação, saúde, imobiliária, entre outras”, analisa Alfredo Cotait Neto, que integra mais de 420 associações comerciais e representa cerca de 200 mil empreendedores.

De acordo com o líder paulistano o movimento foi criado com a intenção de colaborar com as decisões do Congresso Nacional, alcançando assim o melhor desfecho diante das discussões desses temas. “Defendemos uma reforma tributária, que gere mais competividade, simplifique o sistema tributário e esteja alinhado com o que o empresário necessita”, defendeu Alfredo Cotait Neto ao lembrar que haverá palestras do ex-secretário da Receita Federal e professor do Instituto Brasiliense de Direito Público, Everardo Maciel, e do presidente-fundador da Confederação Nacional de Serviços (CNS), Luigi Nesse. “A expectativa é que o movimento reúna mais de mil pessoas, que representarão cerca de 100 empresas e entidades”, acredita o dirigente paulistano.

Na opinião de José Augusto Gomes todas as vezes que as associações comerciais se uniram e defenderam uma causa em favor do empresariado em geral, foram vitoriosos. “Lembro-me bem da campanha que fizemos, e conseguimos, colocar o valor dos impostos nas notas fiscais e a mais recente foi quanto a mudança das comunicações aos inadimplentes no SCPC”, disse o representante de Marília que considera importante este trabalho das entidades. “O empresário sempre é quem paga a conta das mudanças”, apontou. “Agora precisamos mostrar ao Governo Federal o que queremos e como queremos”, falou ao confirmar presença no movimento que acontecerá na capital paulista e reunirá instituições como: Brasil 200, CNS, CACB, Forum, Abmes, Fenep, Semesp, Semerj, Confenen, Abrafi, Anaceu, Sieeesp, Aesp Abc, Aesp, Secovi SP, Sescon-SP, Aescon-SP, Instituto Millenium, Abrasce, Cesa, Instituto Indigo, Abrasa, Abac, Afrac,  Ebape, Fenaserhtt, Sindeprestem, Fenaserhtt, ANBC, Cebrasse, Sindeprestem, Seabens, Seadesp, Secobesp, Seeaatesp, Seinesp, Seprosp, Sescove, Sicon – Sieeemt, Sinapa, Sinara, Sindesmanche, Sindestética, Sindicond, Sindifupi, Sindimotor, Sindiprom, Sindipetsp, Sindvist-Sp, Sinprecon, Sintelmark e UGT.

LEGENDA – Alfredo Cotait Neto, presidente da Facesp, reúne lideranças em São Paulo a favor da Reforma Tributária

Compartilhe
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter
Instagram

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*