Campanha “Fique Sabendo” contra Aids e Sífilis segue até sexta-feira

 

 

Ações extramuros resultaram em mais de 100 testes; SAE e unidades de Saúde da rede estão preparadas para receber a população

Segue até esta sexta-feira (7) em Marília a Campanha “Fique Sabendo”, que faz parte do “Dezembro Vermelho” contra a Aids e a Sífilis. Em Marília, a Secretaria Municipal da Saúde mobilizou o SAE (Serviço de Atendimento Especializado) e todas as unidades da rede básica. O objetivo é intensificar a realização dos testes rápidos.

O exame já faz parte da rotina e pode ser solicitado o ano todo. Porém, até o dia 7 terá mais opções de horários na agenda das equipes de saúde. Ações especiais, em horários e locais diferenciados nos territórios, estão sendo realizadas para alcançar pessoas que normalmente não frequentam as unidades.

Entre sábado (1), Dia Mundial de Luta Contra a Aids, e a tarde desta segunda-feira (3), foram realizados 113 testes rápidos durante ações “extramuros”, ou seja, fora dos serviços de saúde instalados.

Equipe do município esteve na “Feira Noturna Food Park”, no Residencial Maracá, na Penitenciária de Marília (semi-liberdade) e no Centro POP, serviço da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social para população em situação de rua.

Do total de pessoas submetidas ao teste, uma foi diagnosticada com Aids e outra com Sífilis. O resultado positivo desencadeia uma rede de cuidado, prevenção, diagnóstico, vinculação, tratamento, retenção e supressão viral.

PERFIL

A enfermeira Alessandra Pereira de Souza, responsável pelo Programa Municipal de ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis) e Aids explica que a meta deste ano é alcançar, principalmente, população mais jovem e em situação de vulnerabilidade social.

“Os indicadores têm demonstrado maior crescimento (novos casos) entre os jovens, profissionais do sexo e pessoas que vivem alguma situação de vulnerabilidade. Ainda segue significativa a transmissão entre os idosos com vida sexual ativa, mas na prática observa-se um predomínio do perfil clássico que era verificado no passado”, disse.

ENGAJAMENTO

Para focar no público-alvo, atendendo também toda a população, a Secretaria da Saúde aposta na articulação da rede. O teste rápido pode ser feito no SAE e nas USFs (Unidade de Saúde da Família) e UBSs (Unidades Básicas de Saúde).

O tema “Dezembro Vermelho” decora as paredes nas unidades, com distribuição de preservativos masculinos/femininos e material de divulgação. Eventos, minipalestras e abordagens em sala de espera também são algumas das estratégias.

ESTATÍSTICA

Conforme dados divulgados pela Vigilância Epidemiológica, ao longo do ano passado o município confirmou 87 novos casos de Aids. Já em 2018, até o último dia 27, foram confirmados 67. A tendência é que a notificação tenha aumento durante a campanha.

Já em relação à sífilis, Marília totalizou no ano passado 243 casos, sendo 161 “adquiridos” e 82 em gestante. A análise separada dos números é considerada estratégica pelos serviços especializados para que haja maior controle da sífilis congênita (nos bebês).

Os dados sobre a doença este ano indicam 186 casos confirmados, sendo 135 notificações de sífilis adquirida e 51 em gestantes. Em Marília o serviço de referência é o SAE, que está localizada à rua 7 de Setembro, 793. O telefone é o 3413-7421.

Fotos: Divulgação

Agentes de Saúde da UBS São Miguel, engajados na Campanha “Dezembro Vermelho”

Equipe do SAE, que recentemente recebeu com o “Prêmio Brenda Lee”, em reconhecimento aos indicadores cumpridos

Teste rápido tem resultado na hora, com sigilo, nas unidades de saúde; garantia de assistência para casos positivos

 

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*