Campanha pelo Nobel da Paz para Lula já tem 400 mil apoiadores  

Iniciada pelo Partido dos Trabalhadores, a campanha para indicar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Prêmio Nobel da Paz em 2019 conta com o apoio do ativista argentino Adolfo Pérez Esquivel, contemplado com a honraria em 1980. Esquivel está reunindo assinaturas, na página do Comitê Norueguês do Nobel, para oficializar a candidatura até 31 de janeiro do ano que vem. Cerca de 400 mil pessoas já aderiram à campanha desde 2017.

 

 Pérez Esquivel lidera campanha em favor de Lula Pérez Esquivel lidera campanha em favor de Lula

O estatuto da Fundação Nobel valida uma candidatura para o Prêmio Nobel da Paz a partir da assinatura de membros de assembleias nacionais e governos nacionais de estados soberanos e chefes de Estado. Professores universitários, reitores e diretores de universidades; também podem assinar assim como pessoas que já receberam o Nobel da Paz.

Para Esquivel e os demais apoiadores, Lula foi um lutador incansável contra a fome e a pobreza e sua trajetória o transformou em um líder mundial pela paz e pela dignidade humana. O economista Luiz Carlos Bresser-Pereira, ex-ministro de José Sarney e Fernando Henrique Cardoso, já assinou o formulário e enfatiza a política de relações exteriores do governo Lula.

– Faça a indicação, eu já fiz a minha, não há tempo a perder na luta contra a fome. Devemos proteger os mais vulneráveis e reconhecer aqueles que dão tudo, inclusive sua liberdade, para construir a Paz – escreveu Adolfo no site Change.org onde tem divulgado a campanha.

Do Portal Vermelho, com agências

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*