Cartório eleitoral alerta: sem cadastramento biométrico eleitores terão títulos cancelados

por Ramon Barbosa Franco —da assessoria de imprensa
Suspensão do Título Eleitoral implica em cancelamento do CPF e, consequentemente, perdas de benefícios sociais, como Bolsa Família
Cartório eleitoral alerta: sem cadastramento biométrico eleitores terão títulos cancelados

O cadastramento biométrico é obrigatório no município de Marília

O cadastramento biométrico é obrigatório em Marília e até agora apenas um terço dos eleitores estiveram na Justiça Eleitoral para regularização do Título de Eleitor. Este percentual representa mais de 51 mil eleitores, entretanto o colégio eleitoral de Marília é composto por mais de 173 mil eleitores. Para que a meta seja alcançada e todas as 173 mil pessoas fiquem cadastradas e aptas para as eleições do próximo ano, os cartórios eleitorais de Marília precisam atender diariamente mil pessoas até o final do prazo. Data limite para o cadastramento é 19 de dezembro e não haverá prorrogação. Na tarde desta quinta-feira, dia 11, a chefe do cartório da 70ª Zona Eleitoral, Karina Marcussi Gomes, e o auxiliar de cartório Orlando Sanches, estiveram na sala da presidência da Câmara Municipal de Marília para uma reunião com os vereadores.

Participaram o presidente Marcos Rezende (PSD), Evandro Galete (PODE), Danilo da Saúde (PSB), Maurício Roberto (PP), Professora Daniela (PR), João do Bar (PHS) e os assessores Rafael Alves, chefe de gabinete do vereador Cícero do Ceasa (PV), e Ademir Caetano, da assessoria do Delegado Damasceno (PSDB).

A chefe do cartório Karina Marcussi Gomes foi muito clara em enfatizar às consequências que os eleitores terão, caso percam o prazo da biometria. Entre os impactos negativos estão: cancelamento do CPF, impossibilidade de empréstimos bancários, suspensão dos recebimentos de aposentadorias, benefícios do governo federal, a exemplo de Bolsa Família ou outro programa de transferência de renda,  proibição de compras no crediário (uma vez que o CPF estará cancelado, os magazines e lojas de departamentos não permitem parcelamentos), impossibilidade de obter passaporte, de assumir vagas em universidades ou em concursos públicos.

“Outro grave problema é quanto ao repasse do FPM, o Fundo de Participação dos Municípios, cujo cálculo se baseia também no número de eleitores das cidades”, avisou. Cidades da região onde a biometria já ocorreu nas eleições passadas apresentaram queda no colégio eleitoral de 30%. Outro impasse gerado é no financiamento da casa própria e, no caso de servidores, o cancelamento do CPF acarreta na suspensão do pagamento. Todos os eleitores, incluindo os maiores de 70 anos, são obrigados a comparecer no cartório para o cadastramento biométrico. O atendimento é rápido. Os cartórios eleitorais de Marília, que ficam na esquina da avenida Brasil com a rua Paraná, no centro, funcionam de segunda a sexta-feira, das 9h às 18 horas. No próximo sábado haverá plantão, das 8h às 13 horas.

Mais informações, www.tre-sp.jus.br.

Foto Ramon Barbosa Franco

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*