Coluna Social_Regina Helena + Glauco Toth “By Life” – edição 39

Compartilhe



Casal Destaque: Marino Morgato (brilhante advogado) e Ana Maria (encantadora)


Porta Retrato – Maria do Carmo (famosa Carminha) e Ademar, filhos: Pedro Henrique (Pedrão da Planet PET), Priscilla, Thiago Vinícius); uma família feliz.


Foto é Fato: Fantástico Mundo dos Cogumelos na foto “emprestada” do Facebook de Teruko Kanto.


Só Sorrisos: Fumiko Okamoto, Mary Profeta, Maraclei Naves Curi, Cleyde Elizabeth Petruzza, Ricardo Petruzza (“cap” do Grappa Caffé – Rua 4 de Abril, 51 na Praça Saturnino de Brito – Marília/SP/BR) e Cinara Matiotti aguardam para repeteco desse momento agradável e saboroso. Instagram: @grappacaffe


Musicista, professora de música, inclusive para crianças especiais, filha do maestro Hélio Santisteban, lançando ainda esse ano seu primeiro livro.


Amanda, Alexandre e Alice são jovens membros do Leo Clube Castores do Terceiro Milênio, atividade juvenil do Lions Clube internacional. São jovens que recebem os melhores valores de civismo e cidadania do leonismo. Eles são leos e filhos do casal de conselheiros leos, Alexandre Zanin Gudorzi e Cristiane Lopes Nonato Guidorzi, ex-presidentes do Lions Terceiro Milênio. Alice é a atual presidente do Leo Castores e Alexandre Filho é ex-presidente. Recentemente, gesto nobre tiveram ao doar vários metros de TNT para confeccionar máscaras que serão doadas a crianças com câncer.



No dia 8 de agosto, será inaugurado em Marília, o Covidas, entidade que tem como lema inspirador, a frase “o bem não pode parar”. Loraine, vice presidente e Tatiane, presidente, do Covidas e demais diretores respondem pelo expediente. A Covidas é hoje uma das maiores organizações não governamentais de Marília e Região.


Para Ler e Pensar


O clássico inglês está de volta

Muitas montadoras já produziram carros que ficaram marcados na história, porém, somente algumas delas conseguiram entregar veículos verdadeiramente transformadores no mercado que reuniram uma significativa legião de fãs e seguem vivos na memória dos consumidores até hoje. Um desses modelos é justamente o Land Rover Defender que estreou na linha de produção em 1948, serviu até as Polícias Civil e Militar do Estado de São Paulo nos anos 2000 e deixou de ser produzido somente 68 anos depois, em Janeiro de 2016 após registrar mais de dois milhões de veículos fabricados.

A lenda está de volta recheado de tecnologia e com um visual muito mais moderno do que o anterior.

Mesmo com um motor mais fraco, entrega quase o dobro de potência do seu antecessor. São duas opções turbodiesel ( 200 e 240 cv, ambas 2.0) e duas a gasolina ( 2.0 quatro cilindros de 300 cv e 3.0 V6 de 400 cv com sistema híbrido de 48V). Atrelados a um câmbio automático de oito marchas da alemã ZF, na versão híbrida levam o jipão de 0 a 100 km/h em rápidos 6,1 segundos.

Externamente, o Defender manteve as suas linhas quadradas, porém com vincos marcantes e Leds nos faróis e lanternas com vão livre do solo de 29,1cm, mas pode variar até 7,5 cm para cima ou 5 cm para baixo graças às suspensões pneumáticas para se adequar tanto a vida urbana quando ao of road.

Internamente, o painel tenta preservar linhas horizontais, mas telonas digitais cortam a nostalgia. Central e painel digitais ajudam a selecionar de maneira intuitiva o melhor modo de condução para cada tipo de terreno que o carro irá enfrentar. Toda a cabine da nova geração é marcada pelo contraste entre tradição e modernidade.

O novo Defender deixou de ser um jipe rústico, mas não deixou de preservar a valentia, sendo ideal para os apreciadores de aventuras com conforto. Essa nova geração veio para manter o lendário Land Rover vivo ainda por muitos anos.

Crédito das fotos:
www.motorshow.com.br
www.dcauto.com.br



Compartilhe

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*