CONFIDÊNCIA, por Nikita Kirah

Quando passo por teus olhos,
entre tantos,
Lentamente me desnudas,
Rompes o mistério que me envolve
As minhas vestes…

Nesse passar, toda a sala se envazia.
O rumor das vozes e risos se afastam
E o silêncio de súbito nos presenteia…

Preparo um vinho
Enquanto acendes a lareira
E nesse instante de esplendor,
Te aproximas…
Tuas mãos me tocam
E eu extremesso,
Meus lábios se contraem,
Fecho meus olhos
E me envolvo nos teus braços.
Deitamos lado a lado
Sob a luz das chamas…

Perco minhas mãos em teus contornos
E as tuas, procuram-me ansiosas,
Nossos lábios se encontram
E nesse misto de sensações, viajamos…
Nossas almas se unem…
…nossos corpos se entregam
E entre sussurros de amor adormecemos
E pela manhã nos amamos…

Nikita Kirah
Outubro/1990

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*