Corpo de sargento que morreu no combate a incêndio em loja é enterrado em Araçatuba

Sargento Júlio César Delfino foi soterrado após teto da loja desmoronar. Outro bombeiro ferido foi transferido para hospital especializado em queimados.

Por G1 Rio Preto e Araçatuba

Bombeiros levam caixão do sargento Júlio César Delfino — Foto: Reprodução/TV TEM Bombeiros levam caixão do sargento Júlio César Delfino — Foto: Reprodução/TV TEM

O corpo do sargento Júlio César Delfino, que morreu durante o combate ao incêndio a uma loja em Araçatuba (SP), foi enterrado no fim da tarde deste sábado (13) no cemitério Recanto da Paz. O incêndio foi nesta sexta-feira (12) e deixou outro bombeiro gravemente ferido.

Autoridades militares, civis, famílias, amigos e até moradores da cidade velaram o corpo do bombeiro no batalhão da corporação. O ginásio ficou lotado desde cedo, de pessoas que queriam se despedir do sargento.

Um culto evangélico foi realizado em meio à comoção. O sargento tinha 35 anos, oito deles foram dedicados ao Corpo de Bombeiros. Ele deixa esposa, e duas filhas, uma de 2 e outra de 6 anos.

Depois das 16h, o corpo foi levado no caminhão dos bombeiros e um cortejo se formou até o cemitério municipal Recanto da Paz. O sargento foi enterrado sob aplausos e homenageado por colegas com uma salva de tiros.

Investigação
Na manhã deste sábado, os bombeiros ainda faziam o rescaldo no local do incêndio. Uma quadra inteira do calçadão ficou interditada e cerca de 20 lojas não puderam abrir as portas.

Um grupo de comerciantes, funcionários e moradores se reuniram no calçadão e fizeram uma oração em homenagem ao sargento.

Bombeiros investigam o que teria causado incêndio em loja de Araçatuba

Mesmo com o incêndio controlado ainda havia preocupação de explosão já que uma loja ao lado utiliza gás encanado. A empresa responsável foi chamada para desligar o sistema.

Bombeiro ferido
Outro bombeiro de 32 anos, que também foi atingido pelos escombros, foi socorrido em estado grave para a Santa Casa de Araçatuba (SP) com queimaduras de terceiro grau. Um vídeo registrou ele sendo retirado de dentro da loja.

De acordo com informações da Santa Casa, o bombeiro teve queimaduras de terceiro grau em 27% do corpo, principalmente nas pernas, tórax e braços.

Alex Silva de Abreu foi entubado e estava na UTI da Santa Casa. Na manhã deste sábado (13), ele foi transferido de helicóptero para um hospital em Bauru (SP) especializado em queimados. O estado de saúde dele é estável.

Incêndio
O fogo começou por volta das 14h de sexta-feira em uma loja de produtos importados da China, no calçadão, no centro da cidade. A área foi completamente isolada pela Polícia Militar e as equipes do Corpo de Bombeiros de toda a região trabalharam para conter as chamas durante a tarde.

Muitos curiosos se juntaram no calçadão e algumas pessoas chegaram a passar mal por inalar a fumaça tóxica. O incêndio foi contido por volta das 17h.

Segundo a polícia, o incêndio começou na área de estoque da loja e se alastrou rapidamente. No momento, havia 16 funcionários trabalhando e muitos clientes, que conseguiram correr e não se feriram.


Bombeiro Júlio César Delfino morreu durante combate a incêndio em Araçatuba — Foto: Arquivo Pessoal

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*