Datafolha: Lula mantém liderança com 30% das intenções de voto

Mesmo preso, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se mantém liderança das intenções de voto para presidente, com 30%. É o que mostra pesquisa Datafolha divulgada neste domingo. Em segundo lugar, também continua Jair Bolsonaro (PSL), com 17%. Marina Silva (Rede) soma 10%, Geraldo Alckmin (PSDB) e Ciro Gomes (PDT) aparecem com 6%. Alvaro Dias (Podemos) registrou 4%.Em seguida, Manuela d’Ávila (PCdoB) oscila entre 1% e 2%, à frente de nomes de peso.

.

 

Queridinho do mercado, o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles (MDB) – que se afastou do cargo para virar presidenciável – figura na pesquisa oscilando entre 0% e 1% das intenções de voto. Na mesma situação aparecem, por exemplo, nomes como o do empresário dono da Riachuelo, o ultraliberal Flávio Rocha (PRB); o ex-presdiente Fernando Collor de Mello (PTC); o ex-ministro dos Esportes e da Defesa, Aldo Rebelo (Solidariedade); e o líder do MTST, Guilherme Boulos (PSOL).

A pesquisa foi realizada entre os dias 6 (quarta-feira) e 7 (quinta-feira) deste mês e teve como base 2.824 entrevistas em 174 municípios em todos os Estados do País, mais Distrito Federal. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no TSE sob número BR-05110/2018.

Segundo o levantamento, 30% dos eleitores dizem que votariam com certeza num candidato indicado por Lula, e 17% dizem que talvez o fariam. Entretanto, 51% afirmam que o apoio do petista os levariam a rejeitar um candidato.

Num cenário sem Lula, os dois nomes mais cotados no PT para eventualmente substituir o ex-presidente Lula na disputa – caso seja impedido de concorrer -, o ex-prefeito Fernando Haddad e o ex-governador Jaques Wagner não ultrapassaram 1% nessa pesquisa Datafolha.

Cerca de 1/3 dos entrevistados afirmaram que Lula deveria apoiar a candidatura de seu ex-ministro Ciro Gomes (PDT), caso seja mesmo impedido pela Justiça de ter seu nome registrado nas urnas. Quinze porcento acreditam que ele devia apoar Haddad; 7% que ele deveria apoiar Manuela.

O Datafolha mostra que uma indicação do presidente Michel Temer (MDB) levaria 92% dos eleitores a não votarem em um candidato. Já o apoio do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) levaria 65% dos eleitores a rejeitarem um candidato.

Confira abaixo todos os cenários pesquisados:

Cenário 1 (Se Lula for candidato)

Lula (PT): 30%

Jair Bolsonaro (PSL): 17%

Marina Silva (Rede): 10%

Geraldo Alckmin (PSDB): 6%

Ciro Gomes (PDT): 6%

Alvaro Dias (Podemos): 4%

Manuela D’Ávila (PC do B): oscila entre 1% e 2%

Rodrigo Maia (DEM): oscila entre 1% e 2%

Aldo Rebelo (SDD): oscila entre 0% e 1%

Fernando Collor de Mello (PTC): oscila entre 0% e 1%

Flávio Rocha (PRB): oscila entre 0% e 1%

Guilherme Afif Domingos (PSD): oscila entre 0% e 1%

Guilherme Boulos (PSOL): oscila entre 0% e 1%

Henrique Meirelles (MDB): oscila entre 0% e 1%

João Amoêdo (Novo): oscila entre 0% e 1%

João Goulart Filho (PPL): oscila entre 0% e 1%

Josué Alencar (PR): oscila entre 0% e 1%

Levy Fidelix (PRTB): oscila entre 0% e 1%

Paulo Rabello de Castro (PSC): não alcança 1% em nenhum cenário

Sem candidato: 21%

Cenário 2 (Se o PT lançar Fernando Haddad no lugar de Lula)

Jair Bolsonaro (PSL): 19%

Marina Silva (Rede): 15%

Ciro Gomes (PDT): 10%

Geraldo Alckmin (PSDB): 7%

Alvaro Dias (Podemos): 4%

Fernando Haddad (PT): 1%

Sem candidato: 33%

Cenário 3 (Se o PT lançar Jaques Wagner no lugar de Lula)

Jair Bolsonaro (PSL): 19%

Marina Silva (Rede): 14%

Ciro Gomes (PDT): 10%

Geraldo Alckmin (PSDB): 7%

Alvaro Dias (Podemos): 4%

Jaques Wagner (PT): 1%

Sem candidato: 33%

Cenário 4 (Se o PT ficar fora da eleição):

Jair Bolsonaro (PSL): 19%

Marina Silva (Rede): 15%

Ciro Gomes (PDT): 11%

Geraldo Alckmin (PSDB): 7%

Alvaro Dias (Podemos): 4%

Sem candidato: 34%

– x –

Segundo turno

Cenário 1 (se Lula for candidato e chegar ao 2º turno):

Lula (PT): 49%

Jair Bolsonaro (PSL): 32%

Branco/nulo: 17%

Não sabe: 1%

Cenário 2 (se Lula for candidato e chegar ao 2º turno):

Lula (PT): 49%

Alckmin (PSDB): 27%

Em branco/Nulo: 22%

Não sabe: 1%

Cenário 3 (se Lula for candidato e chegar ao 2º turno):

Lula (PT): 46%

Marina (Rede): 31%

Em branco/Nulo: 21%

Não sabe: 1%

Cenário 4 (se o PT lançar Fernando Haddad no lugar de Lula):

Alckmin (PSDB): 36%

Haddad (PT): 20%

Em branco/Nulo: 40%

Não sabe: 4%

Cenário 5 (se o PT lançar Fernando Haddad no lugar de Lula):

Bolsonaro (PSL): 36%

Haddad (PT): 27%

Em branco/Nulo: 34%

Não sabe: 3%

Cenário 6 (se o PT lançar Fernando Haddad no lugar de Lula):

Ciro (PDT): 38%

Haddad (PT): 19%

Em branco/Nulo: 38%

Não sabe: 4%

Cenário 7 (Sem Lula)

Ciro (PDT): 32%

Alckmin (PSDBB): 31%

Em branco/Nulo: 34%

Não sabe: 3%

Cenário 8 (Sem Lula)

Marina (Rede): 42%

Alckmin (PSDB): 27%

Em branco/Nulo: 29%

Não sabe: 2%

Cenário 9 (Sem Lula)

Alckmin (PSDB): 33%

Bolsonaro (PSL): 33%

Em branco/Nulo: 32%

Não sabe: 3%

Cenário 10 (sem Lula)

Marina (Rede): 42%

Bolsonaro (PSL): 32%

Em branco/Nulo: 24%

Não sabe: 2%

Cenário 11 (sem Lula)

Ciro (PDT): 36%

Bolsonaro (PSL): 34%

Em branco/Nulo: 28%

Não sabe: 3%

Cenário 12 (sem Lula)

Marina (Rede): 41%

Ciro (PDT): 29%

Em branco/Nulo: 28%

Não sabe: 2%

Influência

30% dizem que votariam em candidato indicado por Lula.

17% dizem que ‘talvez’ votariam em candidato indicado por Lula

51% dizem que rejeitariam em candidato indicado por Lula

65% dizem que rejeitariam candidato indicado por Fernando Henrique Cardoso

92% dizem que rejeitariam candidato indicado por Michel Temer

Do Portal Vermelho, com JB

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*