DOIS MORREM NO SISTEMA PRISIONAL. UM DELES, INGERIU PINGA E MACONHA

Dois reeducandos do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) 1 de Bauru morreram na noite de quinta-feira. Os óbitos teriam ocorrido por volta de 23h.

De acordo com os registros policiais, Felipe Rodrigues Silva, 20 anos, que estava na cela 215 do alojamento 2, começou a passar mal e foi socorrido. Durante o percurso entre a unidade prisional e o Pronto-Socorro Central (PSC) de Bauru, o rapaz expeliu cinco invólucros contendo maconha e um saco plástico contendo bebida alcoólica. Ele morreu ao chegar ao hospital.

Já o outro detento, Emerson Neli, de 40 anos, que permanecia na cela 43 do alojamento 1, também pediu ajuda ao sentir-se mal. Ele informou os agentes penitenciários que era cardiopata. O reeducando também foi socorrido e levado para o pronto-socorro, mas não resistiu e morreu ao dar entrada na unidade de saúde.

Em nota, a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) afirmou que, até a tarde desta sexta-feira (3), a unidade não foi informada sobre a causa da morte de Felipe e aguarda o laudo pericial. Já sobre o reeducando Emerson, consta em declaração de óbito a causa morte por isquemia miocárdica e miocardiopatia dilatada. “Foi instaurado Procedimento Apuratório Preliminar, para apuração dos fatos e comunicado o óbito aos familiares dos reeducandos”, finaliza o texto.

COM JC NET E JORNAL DO POVO

 

Compartilhe
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter
Instagram

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*