Emdurb e Divisão de Fiscalização de Posturas definem protocolos para o Dia de Finados

Compartilhe

Este ano, por causa do distanciamento social, as barracas dos ambulantes ficarão dispostas com espaçamento de 2 metros

A Prefeitura de Marília, por meio da Emdurb (Empresa de Mobilidade Urbana de Marília), e a Divisão de Fiscalização de Posturas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e de Limpeza Pública, definiram a programação para os dias 1 e 2 de novembro, Dia de Todos os Santos e Finados, respectivamente.
Em relação às visitas aos entes queridos no cemitério, a Emdurb orienta os familiares para que se dividam entre o domingo e a segunda-feira para fazer as visitas, evitando assim a aglomeração de pessoas. Também orienta para que todos mantenham a distância mínima de 2 metros e que utilizem a máscara, além de levarem o álcool em gel para higienização das mãos.
Em relação aos ambulantes que aproveitam esses dias para buscar uma renda para ajudar no sustento da família, o Setor de Fiscalização de Posturas informa que haverá um fiscal em frente ao cemitério para que os ambulantes possam requerer sua licença para trabalhar domingo e segunda feira, que são os dias autorizados para esse tipo de trabalho no local.
O chefe da Divisão de Fiscalização de Posturas, Juliano Bataglia, explicou que este ano, por causa do distanciamento social, as barracas ficarão dispostas com espaçamento de 2 metros entre uma e outra e que haverá autorização para que elas fiquem na avenida da Saudade e na rua Nossa Senhora Aparecida, que ficam em frente e ao lado do cemitério, respectivamente
“Este ano interditaremos a Avenida da Saudade em frente ao cemitério no sentido centro-bairro e as barracas ficarão dispostas do lado do canteiro central, deixando a calçada e parte da via para que a população possa circular sem causar aglomeração. O trânsito de veículos neste trecho da avenida Saudade será feito pela pista que faz o sentido bairro-centro. Já na rua Nossa Senhora Aparecida, as barracas ficarão dispostas de forma a possibilitar o transito da população sem causar aglomerações.”


Compartilhe

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*