Entidades lançam abaixo-assinado contra corte que ameaça pós-graduação

  Nesta quinta-feira (02), o conselho superior da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) informou que a pesquisa brasileira poderá acabar se o governo mantiver os cortes para 2019. Ao todo, a instituição estima que 200 mil bolsas podem ser suspensas a partir de agosto de 2019. Por isso, entidades lançaram um abaixo-assinado contra o retrocesso educacional e científico no Brasil.
Reprodução/YouTube

 

O governo Michel Temer pretende limitar o orçamento para 2019 repassado à CAPES. Esse corte é significativo mesmo em relação ao orçamento de 2018, que já havia tido queda drástica na comparação com 2017 e em um patamar muito inferior ao estabelecido pela LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias).

Diante dessa ofensiva, a comunidade acadêmica e científica se reuniu e lançou um abaixo-assinado para reverter o desmonte da ciência no Brasil.

De acordo com o texto, Segundo o texto, os impactos dessa limitação orçamentária serão gravíssimos para os Programas de Fomento da Agência, tais como: a suspensão do pagamento de todos os bolsistas de Pós-graduação (93 mil discentes e pesquisadores); suspensão dos pagamentos de 105 mil bolsistas de formação dos profissionais da Educação Básica; interrupção do funcionamento do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), afetando os mais de 245.000 beneficiados; além do prejuízo na cooperação internacional que poderá prejudicar a imagem do Brasil no exterior.

“Precisamos de ação urgente do Ministro da Educação em defesa do orçamento do MEC que preserve, integralmente, no PLOA 2019, o disposto no Artigo 22 da LDO aprovada no Congresso Nacional”, finaliza o documento.

Para participar do abaixo-assinado CLIQUE AQUI.

Ato em São Paulo

Ainda nesta sexta-feira (03) será realizado uma manifestação em São Paulo em defesa das Bolsas de pós-graduação.

O ato será realizado no MASP, às 16h, segundo o evento no Facebook, “o impacto destes cortes, se realizados, é profundo e arrisca comprometer decisivamente o desenvolvimento da ciência e tecnologia brasileiras. Não vamos recuar! Venha discutir esta nova ameaça e construir coletivamente as formas de resistência!”, finaliza.

Para acessar o evento CLIQUE AQUI.

Do Portal Vermelho

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*