Últimas

Futuro pós-vacina vai fortalecer desenvolvimento das cidades, diz Doria em Fórum de Davos

Compartilhe

Governador participa por videoconferência de seminário do Fórum Econômico Mundial e fala sobre elo entre inovação e ciência na gestão estadual

O Governador João Doria fez nesta terça-feira (26) a primeira participação na edição 2021 do Fórum Econômico Mundial de Davos na Suíça. Realizado em ambiente virtual devido à pandemia, o seminário colocou em pauta novas soluções para o progresso urbano. Em videoconferência, Doria afirmou que a vacinação contra o coronavírus marca o início de uma agenda de prosperidade e protagonismo das cidades em longo prazo.

“Acreditamos na aproximação aos municípios como a melhor forma de promover o desenvolvimento de cada cidade em São Paulo. E o mais importante: desenvolver uma agenda próspera de longo prazo, lutando contra as desigualdades e promovendo inovação e ciência”, afirmou Doria.

“Como resultado do investimento em ciência, começamos a vacinação no Brasil e no estado de São Paulo há nove dias. Já temos vacinadas, até o momento, mais de 160 mil pessoas no estado de São Paulo e 700 mil pessoas no país”, acrescentou o Governador.

Além de Doria, o painel denominado “Repensando as Cidades para um Futuro Pós-COVID-19”, teve a participação de Katherine Bell, Editora-Chefe do grupo Quartz Media; Christian Ulbrich, Presidente e Executivo-Chefe do grupo imobiliário JLL; Juan Jose Pocaterra, Co-fundador e Executivo-Chefe do ViKua, movimento voltado ao planejamento de cidades inteligentes; e Keisha Lance Bottoms, Prefeita de Atlanta, nos EUA.

O Governador foi o primeiro a expor suas ideias e projetos no painel. Além da vacinação, Doria aponta o uso da tecnologia como instrumento definitivo para dar mais poder e autonomia a lideranças locais. Para o Governador – que reforçou o apoio a movimentos municipalistas ainda em seu primeiro dia de mandato, em janeiro de 2019 –, caberá ao Estado servir como agente de fomento para o desenvolvimento econômico e social de cada região.

“O Governo de São Paulo acredita que as cidades precisam ser empoderadas para seguir suas vocações. Numa era pós-COVID, nós devemos fortalecer essa abordagem ainda mais” disse ele.

“São Paulo é um estado muito industrial e o mais forte na economia do país. O Governo do Estado deve ser uma coordenação central que dá apoio à otimização de recursos e promove inclusão”, completou Doria.


Compartilhe

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*