José Maleski: “Antagonismo?  Divisão?   Que eleição é essa?”

Compartilhe

José Maleski

Brasil  e USA seguem a mesma cartilha da ultra direita anti democrática, compartilham o mesmo manual de táticas sórdidas, cuja função primordial eh aplicar os princípios do conservadorismo, da retaliação, da separação clara  e injusta de classes sociais enfim,  manter ou conquistar o poder a qualquer custo financeiro ou social.

Os grupos políticos que suportam Trump e Bolsonaro apostam na politica do enfrentamento agressivo e inconsequente, instigam essa  revolta impondo aos cidadãos um bombardeio ideológico de direita totalmente direcionado a fatos e situações tendenciosas,  criam ícones conservadores rotulando suas táticas, como se fossem uma arma de combate a supostos perigos que a esquerda possa representar perante a honrada família e sociedade de homens de bem. O  subterfugio mais usado eh o da possibilidade do comunismo ser implantado. Claro sintoma de ignorância politica plena e irrestrita.

Essa campanha eh financiada por poderosos grupos financeiros e  empresariais que justamente imprimem seu poder econômico em prol de um amplo e catastrófico plano de combate a classe trabalhadora, extinguem se direitos, criam se novas situações nas relações trabalhistas sempre danosas aos trabalhadores.

A eleição americana tem características próprias, cada estado tem um numero de representantes num ” colégio eleitoral”  onde a população dos estados eh levada em conta para definir o numero de colegiados que votam no candidato a presidente que foi vencedor no referido estado.

A batalha eh acirrada, Trump joga pesado e sujo, ameaçando  questionar na justiça os resultados das eleições temendo uma derrota iminente, já Biden mais equilibrado garante que não vai admitir qualquer duvida em relação ao pleito.

Dia 3 de novembro o mundo  estará com a atenção voltada aos USA e espera o resultado das eleições com muita ansiedade. É notório que Trump tem pouquíssimos apoiadores se for levado em conta sua personalidade e caráter, mas os republicanos são ultra  conservadores e mega empresários lucram somas altíssimas com as ações governamentais , dai essa pesada e bilionária  campanha para Trump.

Seguidores de Biden tem sido retaliados, agredidos e desrespeitados . Uma onda de ódio eleitoral  varre os USA, onde apoiadores do Trump ,mostram claramente seu envolvimento com grupos  racistas de supremacia branca, grupos armados rondam as zonas eleitorais . Por outro lado essa situação gerou um movimento entre afro americanos e latinos que  estão reagindo e buscando ações de campanha a favor de Biden incentivando o voto como defesa e deixando claro que abominam a possibilidade de Trump ser reeleito.

As cartas estão na mesa, Trump arrogante , grosseiro e pouco competente, joga seus trunfos na população branca e abastada, apostando na divisão social.

Biden longe de ser o  nome dos sonhos dos progressistas americanos, desponta como favorito das classes sociais mais humildes, principalmente  trabalhadores regulares que não suportam mais as condições impostas a eles pela administração republicana do Trump.

Imigrantes apoiam em massa Biden,  principalmente depois da promessa de ações no tocante a facilitação da regularização de milhões de imigrantes ilegais.

A sorte esta lançada, essa eleição histórica vai marcar uma nova era na economia mundial, se Trump se reeleger, os USA estarão condenados a mais 4 anos de amargura e sofrimento.

 Se Biden sair vencedor abre se uma porta de esperança, por onde se vislumbra uma luz no final do túnel.

Que o Universo conspire em favor da população americana e que o ano de 2020 possa ter uma brisa de felicidade e de perspectiva de futuro melhor.

” Nosso caráter e o resultado da nossa   conduta ”    ( Aristóteles)                                         ikselam2020


*Jose Otávio Mello Maleski,  casado, uma filha , orgulhoso paranaense de Cornélio Procópio norte do Paraná, legitimo “pé vermelho”.  Formado em Direito pela Universidade Estadual de Londrina, ex-funcionário do extinto  BANESTADO , ex Diretor do Sindicato dos Bancários de Londrina e região ,socialista por convicção politico ideológica  e não partidária.

                                    Eclético em religião, com profundo respeito  a “DEUS” seja qual for a forma ou credo em que se  acredite e se apresente, apesar das   peripécias desonestas de boa parte dos  lideres religiosos .  Sambista, ritmista de Escola de Samba, residindo   desde 2006 em Boca Raton -Florida – Estados Unidos , corintiano de coração,  tenho  dupla cidadania  brasileiro por nascimento , e americano por adoção, amando e respeitando  minha Pátria natal ,bem como a América que simpaticamente me acolheu.

                             A partir de agora com a devida ” vênia” estarei  me aventurando no seleto  mundo dos jornalistas e escritores mostrando um pouco do ” jeito americano de ser e viver” sob o prisma de um brasileiro.  Saliento que não quero instigar debates ou discussões  acerca dos temas abordados, bem como não sou o senhor da verdade  e os artigos irão mostrar minha  visão pessoal e  experiências aqui vividas e testemunhadas.  Meu único e estrito compromisso eh com a verdade e  honestidade dos conteúdos aqui abordados . Faremos de forma descontraída e  divertida, repassando  informações em geral  , curiosidades , peculiaridades, e por que não , aberrações  da terra do Tio Sam.  

                               Agradeço o convite do amigo ZAPAROLLI ( maiúsculo pelo trabalho realizado) e espero somar experiências positivas ao grupo de colunistas do portalmariliense.com.

” A mente que se abre a uma nova ideia jamais voltara a seu tamanho original”

                   – Albert Einstein.

 


Compartilhe

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*