Maura Palumbo: pesquisadora, escritora e palestrante do tema da Segunda Guerra Mundial

Maura Palumbo: pesquisadora, escritora e palestrante do tema da Segunda Guerra Mundial

Seu primeiro livro, O perfume das tulipas conquistou o 1º lugar no Concurso Internacional de Literatura, promovido pela União Brasileira de Escritores, e recebeu o prêmio José de Alencar de melhor romance de 2018. A premiação aconteceu na Academia Brasileira de Letras, no Rio de Janeiro.

O perfume das tulipas é um romance que narra a trajetória de Helga, judia berlinense e de Gerda, sua melhor amiga e filha de um poderoso nazista. A história se passa em plena Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial. Todas as transformações morais e sociais desse doloroso período histórico são descritas de forma intensa e reveladora. O desfecho é impactante.

A publicação de O perfume das tulipas abriu o caminho para que seu nome chegasse a Francisco Balkanyi que a selecionou para escrever sua própria história vivida no maior campo de concentração que existiu. O intitulado Auschwitz – Prisioneiro (sobrevivente) 186650 foi lançado em setembro de 2017.

Em seus livros, Maura conduz o leitor a uma reflexão sobre o envolvimento, adesão e cumplicidade de um povo a um poder político de ódio e extermínio. Alerta sobre o perigo das ideologias radicais que existente até hoje e que nasceram durante um dos períodos mais sombrio e devastador da História.

Maura concedeu entrevistas sobre o tema para diversos canais de comunicação, possui resenha dos livros feitas por youtubers, críticas em colunas literárias, já participou de bienais e é convidada para palestras e debates sobre o tema.

Atualmente está escrevendo seu terceiro livro Entre os canteiros que trata do período pós-guerra e é continuação de O perfume das tulipas.

A AUTORA

Maura Palumbo nasceu na cidade de São Paulo, cursou direito na PUC/SP, é empresária e mora em Itú/SP com a família. 

 

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*