Mestrandos do Univem realizam intercâmbio acadêmico em Lima, Peru


Agregar conhecimento acadêmico e experiência pessoal. Os alunos do Mestrado em Direito do
Univem Fábio Ruz Borges, delegado de Polícia Civil no estado de Minas Gerais; Ricardo
Razaboni Júnior, advogado especialista em Direito Penal e Bruno Baldinoti , advogado em
Direito Empresarial, sendo bolsista CAPES/PROSUP (Coordenação de Aperfeiçoamento de
Pessoal de Nível Superior) estiveram de 13 a 19 deste mês, em Lima (Peru) em intercâmbio
acadêmico.
O estágio internacional, o primeiro intercâmbio promovido pelo UNIVEM para um país da
América Latina, foi fruto do convênio firmado entre a Fundação de Ensino “Eurípides Soares da
Rocha” – FEESP e a Universidad Católica Sedes Sapientiae – UCSS.
Para os intercambistas, uma oportunidade ímpar de ampliar o conhecimento fora dos muros
da universidade. Durante o período em que estiveram no Peru os mestrando visitaram a Corte
Suprema de Justiça do Peru, onde são recepcionados os presidentes e as altas autoridades de
outros países e a Academia de Magistratura, participaram de eventos e proferiram palestras
em Instituições de Ensino Superior (IES) e em instituições governamentais peruanas sobre o
tema Responsabilidade Penal da Pessoa Jurídica juntamente com juristas do México, Panamá e
Peru. “Sem sombra de dúvida esse intercâmbio acrescentou e muito enquanto experiência
acadêmica, pessoal e profissional. Pudemos conhecer não somente a cultura, mas estrutura
jurídica do país”, destacou Bruno Baldinoti.
Para aluno do mestrado do Univem, Ricardo Razaboni o estágio possibilitou uma importante
troca de conhecimento. “É enriquecedor poder conhecer como funciona o sistema jurídico de
outro país e falar do nosso regramento jurídico. É uma forma de levar o nome da instituição,
do Brasil para lá”, disse.
Gratos ao Univem, eles destacaram o papel da instituição na formação do profissional
oportunizando estágios fora do país. “Esse é um diferencial do Univem. Essa oportunidade
que dá aos alunos de ampliarem o conhecimento foram do país. Bagagem que dificilmente
teria, já no início da carreira”, ressaltou o mestrando Bruno Baldinoti.
Membro da terceira geração de advogados formados pelo Univem, Ricardo Razaboni mostrou
orgulho em poder representar a instituição fora do país através do estágio. “Não fosse o
Univem nada disso teria acontecido. O nome do Univem é reconhecido dentro e fora do país. E
isso nos deixa extremamente orgulhosos”, conclui.
Leg. Os mestrandos em Direito do Univem, Ricardo Razaboni Júnior, Fábio Baldinoti e Bruno
Baldinoti (da esquerda para direita) durante vista a Corte Suprema de Justiça do Peru

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*