O Impacto das flutuações da Mente Nas Vivências Humanas, por Camila Hoeppner Toledo

Camila Hoeppner Toledo*

Algumas perguntas nos rodeiam, como: o que é belo e o que é feio? O que considerar fácil ou difícil? Qual a solução e o problema? Quem pode dizer o que é certo ou errado?

É fato que cada um responderá essas questões de acordo com o que lhe ressalta mais aos olhos e à mente.

Algumas pessoas tendem a reconhecer apenas os aspectos negativos de determinada situação, ou seja, são desesperançosas e bastante pessimistas, frequentemente têm dificuldade em confiar no outro, podem desistir mais fácil dos seus planos e se auto boicotam.

Também há um grupo de pessoas que ressalta somente os aspectos positivos, o lado bom de determinados contextos, circunstâncias e relações. Apresentam uma visão extremamente idealizada de tudo e, por isso, têm certa propensão a se frustrar com facilidade, porque projetam seus ideais no outro que fica impossibilitado de corresponder e atingir tamanha expectativa.

O equilíbrio entre as duas formas de conceber o mundo é alcançado quando se consegue tolerar o ruim e as dificuldades, e, mesmo assim, pensar criativamente sobre elas, sem que tudo seja lindo e maravilhoso a ponto de não permitir pensar os riscos e analisar as consequências. Muitas vezes, essas opiniões pessimistas (só ver o lado ruim) ou otimistas (só ver o lado bom) consistem em movimentos inconscientes que a própria pessoa não se dá conta, isto é, demonstram como aquela pessoa está conseguindo funcionar psiquicamente naquele momento.

Pode ser que ela precise de alguma ajuda profissional para poder avaliar como está processando a realidade a sua volta para que alguma modificação ocorra do interno para o externo. Já que pode existir uma floresta inteira de ipês floridos e coloridos e essa pessoa focar unicamente na quantidade de flores caídas e na sujeira resultante de toda aquela primavera. Como também, podemos ter árvores secas em paisagem árida e enxergar que uma nuvem carregada se aproxima para molhar toda aquela natureza morta dando-lhe uma nova possibilidade de brotar vida.

©Cartunista Roberto Kroll

É importante assinalar que essas flutuações do funcionamento psíquico e de como levamos a vida faz parte do psiquismo de todo ser humano, em alguns momentos estaremos com uma visão mais integrada, onde o lado bom e ruim de cada pessoa e situação poderão ser pensados como uma coisa só. Esse olhar integrado permite uma relação genuína e tolerante em relação às fragilidades e potencialidades do outro. É uma forma de funcionamento psíquico mais amadurecido e mais próximo da pessoa real, do contexto real e mais distante das próprias projeções, sentimentos, impulsos e fantasias de controle associadas ao desejo de como você gostaria que as coisas fossem e não simplesmente como são. Essa amplitude alcança uma concepção total de que ninguém é uma coisa ou outra, mas podemos ter traços de personalidade distintos, contraditórios, ambíguos e que estamos sempre propensos a errar.

Em outros momentos podemos ter uma visão mais restrita e parcial, dividindo tudo em bom X mau, vilão X bonzinho, marcando um dualismo gritante. Essa oscilação de posições é natural e ocorre de acordo com a forma de lidar com os problemas naquele período da vida, se tem uma rede de apoio presente, se está num processo de mudanças, vivendo uma perda ou separação recente, entre outros causadores de ansiedade e estresse. É preciso buscar ajuda quando se permanece rígido no negativismo, em pensamentos estáticos e depressivos ou na idealização tão poderosa e onipotente que coloca em risco o juízo crítico.

Para ver a beleza das coisas, basta deixar que essa beleza germine, floresça e emane de dentro. O belo tem muito mais a ver com o que temos dentro de nós do que com o nosso redor.

Camila Hoeppner Toledo,

Psicóloga graduada pela UNESP, Especialista em Saúde Mental pela FAMEMA.

Psicóloga Clínica – CRP: 06/126981.

Psicóloga do Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas.

Facebook e Instagram: @psicologacamilahoeppner

E-mail: camilahoeppner@gmail.com

Fone: (14) 98178-6140

 

Compartilhe
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter
Instagram

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*