Obras de duas escolas no Maracá e Montana avançam; mais de 1,2 mil alunos serão atendidos

 

 

Com terraplanagem concluída, gabarito de obra e estruturas de fundação já começam a sair do chão

 

 

A Prefeitura de Marília, por iniciativa do prefeito Daniel Alonso, avança na construção de duas novas escolas nos residenciais Maracá e Montana, onde serão atendidas mais de 1,2 mil crianças. Os canteiros de obras estão em ritmo acelerado e a previsão, para ambas, é entrega no primeiro semestre de 2020. Daniel tem acompanhado pessoalmente a execução.

 

Conforme explica o engenheiro Ferdinando Delgado Cyrne, responsável pela obra, a escola do Maracá já teve concluída terraplanagem e está com o gabarito praticamente pronto para o início da construção das estruturas.

 

“Nessa parte podemos entrar com máquinas mais pesadas. Geralmente é uma fase feita em alguns dias. Estamos acelerando por conta das chuvas, que tendem a comprometer mais esse trabalho inicial. Depois que a alvenaria estiver pronta, fica mais fácil fazer alguns serviços, mesmo se houver chuvas”, disse o engenheiro.

 

Já a escola municipal do Montana, nesta terça-feira entrou em fase final de terraplanagem. Serão vários prédios, construídos em diferentes níveis no terreno e conectados por rampas, garantindo total acessibilidade.

 

Serão 12 meses de obras, orçadas em R$ 18 milhões. Conforme explica o prefeito Daniel Alonso, são recursos próprios do município, após um esforço de gestão que garantiu economia aos cofres públicos e permitirá os investimentos.

 

Os projetos para construção foram preparados pela própria Secretaria Municipal de Planejamento Urbano, com acompanhamento da equipe da Educação, que conhece as necessidades das crianças e dos educadores.

 

EMEI MARACÁ

 

Com capacidade para 600 alunos, a partir do Nível III (um ano e dois meses) até o fim do período pré-escolar (cinco anos), a Emei Maracá será construída em uma área da Prefeitura na esquina entre as ruas Nair de Jesus Volpolini Nunes e Jurandir Orlando Betti, distante poucas quadras da avenida Pastor Darci da Silva Lima, principal via do residencial.

 

A escola será equipada com toda a estrutura para os pequenos, com salas de brincar (brinquedotecas), espaços para o “soninho”, amplo refeitório, playgrounds e quadra para atividades e eventos com as famílias, num espaço total de 2,5 mil m² de área construída.

 

EMEF MONTANA

 

Também com capacidade para até 600 alunos, a Emef Maracá homenageará a “Professora Sofia Teixeira Barbosa”, que foi diretora da escola municipal “Antônio Garcia Egéa” (em Amadeu Amaral) e faleceu em 2018.

 

A escola será construída na avenida Alberto Tolentino, entre as ruas Lúcio Flávio e Artur Lopes Garcia (Tuta), em importante via de ligação do Montana e com fácil acesso para o residencial Maracá.

 

A escola atenderá crianças do 1º ano (6 anos de idade) até o 5º ano (entre dez e onze de idade). A unidade escolar terá salas de aula, salas de brincar – brinquedotecas –, espaços para o descanso das crianças, amplo refeitório, playgrounds e quadra para atividades e eventos com as famílias, numa área total de 2,8 mil m² de área construída.

 

Daniel Alonso destacou a gestão responsável que garantiu os recursos. “Não é convênio, não é dinheiro emprestado, é recurso próprio, que conseguimos economizar num esforço muito grande nestes anos difíceis, porque entendemos as prioridades da população e vamos investir em nossas crianças.”

 

 

 

Fotos: Mauro Abreu/Assessoria de Imprensa PMM

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter
Instagram

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*