Operação da Lava Jato prende doleiro no Rio

 

Por Da Agência Brasil  Rio de Janeiro

Uma equipe da força tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro prendeu hoje de manhã (9) o empresário Mario Libman. Ele é acusado de ser um dos operadores de Dario Messer, foragido e chamado de “O doleiro dos doleiros”. A ação de hoje faz parte da Operação Câmbio Desligo.

Mario Libman foi preso em seu apartamento em Ipanema, na zona sul. Agentes do Ministério Público Federal, da Polícia Federal e  Receita Federal procuram o filho e sócio de Mario, Rafael, que também é ex-genro de Dario Messer. As prisões temporárias foram determinadas pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal.

Mario e Rafael Libman eram sócios nas empresas Rali e Palazzo dos Artistas Empreendimentos Imobiliário, cuja sede fica em um shopping em Copacabana. Segundo as investigações, a empresa movimentou R$ 31,8 milhões entre 2011 a 2016. Parte do dinheiro, recebido entre 2012 e 2014, foi usado por Mario Libman para pagar obras na cobertura de Messer no Leblon, e outra, de quase R$ 20 milhões, para comprar terrenos e construir imóveis no nome de suas empresas Rali e Palazzo dos Artistas. Três construtoras e três condomínios residenciais também foram pagos por meio do esquema.

Messer está foragido desde maio de 2018 e tinha mais de 400 clientes em operações clandestinas com a moeda americana, entre eles o ex-governador Sergio Cabral.

Edição: Valéria Aguiar
Compartilhe
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter
Instagram

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*