OUTONO EM LONDRES, por Nikita Kirah

OUTONO EM LONDRES

O céu escorre em lágrimas congeladas
Pelo vento frio,
Que paira sobre o topo dos edifícios…
Nenhum som,
Senão o rumor das arvores,
Que dançam trépidas e quase nuas,
Espalhando pelo chão,
O que resta de suas vestes…

As calçadas molhadas
Trazem o cheiro do tijolo limpo
E as poças d’agua
Feito espelho reluzente,
Transportam imagens destorcidas
De um lado ao outro das alamedas…

Alguém observa a rua,
Através de uma vidraça embaçada…
A tarde passa… e nesse passar,
Num dedilhar sossegado,
O som melodioso de um piano
Corta a noite…

Nikita Kirah
Escrita em Fev/1990

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*