Últimas

Prefeito Daniel: “assumimos a cidade em condições lamentáveis. lixo acumulado nas portas das casas”, ao falar de novos descartes

Compartilhe

O descarte irregular de resíduos sólidos é crime ambiental e acarreta multas e demais penalidades previstas em Lei.

A prefeitura de Marília, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e limpeza Pública informa que vem tem detectado novos focos de descartes irregulares, mesmo com todas as informações e orientações passadas à a população quanto aos perigos dos descartes incorretos, que contaminam o solo e o lençol freático e servem como abrigos para animais peçonhentos, ainda encontramos locais recebendo resíduos que poderiam facilmente ter o destino correto, como a reciclagem, por exemplo.
Um dos pontos onde foi detectado descarte irregular foi à a praça da Igreja São Miguel. O local é destinado ao lazer e bem estar da população. Além de espaço agradável para convívio social, seu entorno possui pista de skate, pista de Cooper, além de bela área verde e demais itens urbanísticos que servem como atrativo para passeios e cuidados com a saúde.
O Prefeito Daniel Alonso destaca que várias ações foram realizadas objetivando melhorar as condições ambientais na cidade, como mutirões de limpezas, adequações e licenciamentos para o transbordo dos resíduos sólidos urbanos, construção de Estações de Tratamento de Esgoto, construção de ecopontos previstos para funcionamento em breve, além de intensa educação ambiental sobre temas variados, publicados em mídia oficial, explicando os pontos de descartes existentes para cada tipo de material.
“Assumimos a cidade em condições lamentáveis. lixo acumulado nas portas das casas, incomodando e gerando riscos à nossa população. Mato alto em diversos locais, virando criadouro de animais nocivos e peçonhentos, e tornando-se focos de queimadas urbanas”
Daniel Alonso destaca ainda que toda estrutura de coleta de lixo estava crítica com caminhões em condições precárias. área de transbordo interditada pela Cetesb. Todos estes problemas demandou a necessidade desta administração realizar uma Força-Tarefa sem precedentes na cidade para que pudéssemos regularizar os problemas deixados em relação à coleta de lixo e limpeza da cidade. “Por isso sempre agradeço cada servidor público que dedicou-se ao máximo e ofereceu seu melhor para deixar Marília em condições adequadas novamente, como nossa população merece”. Disse o prefeito
O prefeito Daniel Alonso, disse que apesar desta experiência ruim sentida na pele pela população, alguns cidadãos ainda não entenderam a responsabilidade socioambiental que temos individualmente com o bem estar coletivo.
O chefe do Executivo ressaltou que a grande maioria dos marilienses colabora com os cuidados ambientais, mas, infelizmente, um ou outro ainda insiste em realizar descartes incorretos, livrando-se de seu problema individual de forma irregular, e dividindo ele com toda população. “Quando uma área pública é afetada de alguma forma negativa, atinge diretamente toda população da cidade, uma vez que esta área pertence ao coletivo. O povo é o dono do patrimônio público. E esses cuidados geram despesas desnecessárias”
“Lamentamos mais uma vez a atitude de alguns poucos cidadãos que ainda não desenvolveram a consciência ambiental para o bom convívio social. Pedimos para aqueles que flagrarem esse tipo de crime, que denunciem para nossas fiscalizações”. Finalizou o prefeito Daniel Alonso.
Denúncias podem ser feitas pelo telefone 3402-6000 – Divisão de Fiscalização de Posturas.

Fotos: Divulgação


Compartilhe

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*