Prefeitura vende 1ª área do total de 16 com receita revertida para o Ipremm

Prefeitura conclui venda de primeira área

no Jardim Califórnia em prol do Ipremm

Área fica no Jardim Califórnia, destacada do Residencial do Loteamento Marrocos Residenciais, e mede 3.594,91 metros quadrados

A Prefeitura de Marília concluiu na última quinta-feira (9) a venda da primeira área em prol do Ipremm (Instituto de Previdência do Município de Marília), que conta atualmente com cerca de 2 mil servidores entre aposentados e pensionistas

A área vendida está localizada no Jardim Califórnia, destacada do Loteamento Marrocos Residenciais, na rua Amador Bueno, quase esquina com a avenida Dr. Hércules Galletti, zona oeste da cidade, com total de 3.594,91 metros quadrados.

O proprietário vai pagar pela área o total de R$ 1.270.432,89 (um milhão, duzentos e setenta mil, quatrocentos e trinta e dois reais e oitenta e nove centavos) da seguinte forma: 5% de caução (no ato da compra), mais 45% em até dez dias após a venda e os restantes 50% em 24 parcelas de R$ 26.467,35 (vinte e seis mil, quatrocentos e sessenta e sete reais e trinta e cinco centavos), com a primeira vencendo no dia 10 de junho de 2019 e as demais no dia 10 dos meses subsequentes.

O prefeito Daniel Alonso destacou a importância da venda desta área para o Ipremm. “A nossa gestão tem auxiliado o Ipremm com a autorização destes projetos, apesar da grande dificuldade referente à Previdência. A ausência de adoção de medidas no.passado faz com que o gestor busque alternativas excepcionais para conseguir atender à demanda financeira do instituto.”

O chefe do Executivo lembra que a comercialização destas áreas – existem ainda outras 16, além do Parque Aquático, que serão vendidas em breve -, traz um inegável desenvolvimento ao município.

“A venda destas áreas é de suma importância não só para darmos um aporte ao Ipremm, mas também para o desenvolvimento de Marília, com o estabelecimento de novas empresas e, consequentemente, a geração de novos empregos na cidade”, afirmou Daniel Alonso.

A presidente do Ipremm, Mônica Regina da Silva, disse que a venda da primeira área demonstra que Marília está no caminho certo. “A cidade está se desenvolvendo com a geração de emprego e renda. Temos outras áreas de valores maiores e com a somatória de valores expressivos, o total arrecadado trará um aporte financeiro importante ao Ipremm. Hoje a folha de pagamento do instituto é de cerca de R$ 9 milhões mensais e os valores arrecadados com estas vendas auxiliarão no custeio deste avanço, visto que recentemente houve um reajuste de 5% no salário de todos os servidores, inclusive dos aposentados e pensionistas. Só tenho que agradecer ao prefeito Daniel Alonso, que tem dado todo apoio e respaldo ao Ipremm, que vem se empenhando para honrar seus compromissos graças a estas medidas excepcionais tomadas pela atual gestão.”

Fotos: Mauro Abreu/Assessoria de Imprensa PMM

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*