Projeto do vereador Albuquerque vira realidade e ajuda a preservar o meio ambiente da cidade

Prefeito Daniel Alonso assina ordem de serviço para

construção dos dois primeiros Ecopontos em Marília

Iniciativa do vereador ambientalista José Carlos Albuquerque, reivindicada há anos, vira realidade. Meio ambiente será mais preservado e população terá ecopontos para descarte de objetos inservíveis.

Replan fará as obras nas unidades do bairro Nova Marília e Jardim Lavínia, com entrega para 60 dias e 90 dias, respectivamente

O prefeito Daniel Alonso mais uma vez quebrou um tabu em Marília e assinou na manhã desta quinta-feira, dia 11, a ordem de serviço para a construção das duas primeiras unidades de Ecopontos em Marília, que ficarão nos bairros Nova Marília (rua Joaquim Dias) e Jardim Lavínia (rua Hernani Frangipani).

Estas duas primeiras unidades serão construídas pela empresa mariliense Replan Saneamento e Obras Ltda, que venceu o processo licitatório no final do ano passado e já garantiu que os Ecopontos já estarão funcionando em 60 dias (Nova Marília) e 90 dias (Lavínia). Outros dois locais também serão contemplados, sendo um no bairro Santa Antonieta (zona norte) e outro no Jardim Teruel (zona oeste).

A cerimônia de assinatura para a ordem de serviço dos Ecopontos contou também com as presenças dos vereadores José Carlos Albuquerque, Profª. Daniela e Evandro Galete; e diversos secretários municipais, entre eles, Vanderlei Dolce (Meio Ambiente e Limpeza Pública), que será a secretaria responsável pela operação nos locais.

A Replan foi representada pelo diretor Reinaldo Pavarini, acompanhado pelo engenheiro Adalberto Valente. Estiveram presentes ainda representantes de associações, como Ana Maria Marques e Samuel Oliveira (ambos da Cotracil – Cooperativa de Trabalho Cidade Limpa), Márcio Cléber (presidente da Recicla Marília), Carlos Eduardo (Reciclatrônicos Informática), Ricardo MontEstrela (Associação MontEstrela), Altair Vieira (A-Socianorte) e Amauri Gonzaga (ONG Alimento Sim, Fome Não), entre outros.

A autorização de emissão de ordem de serviço para a realização da obra foi concedida pela Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) no último dia 14 de janeiro, através da Fecop (Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição).

Daniel Alonso destacou que Marília vem avançando muito na questão dos resíduos. “A nossa gestão reduziu em 40% o custo com transbordo e coleta de lixo, com novos caminhões e mais coleta própria. Avançamos também no resíduo da construção civil, com local correto para o descarte, em parceria com a Amelca (Associação Mariliense das Empresas de Locação de Caçambas); e agora estamos iniciando a construção dos ecopontos, que era um dos nossos compromissos. Agradeço mais uma vez à Replan, uma empresa mariliense que está sempre à disposição para atender às demandas da cidade.”

O diretor da Replan, Reinaldo Pavarini, afirmou que o compromisso é entregar a obra em funcionamento o mais breve possível. “A nossa empresa venceu duas das quatro licitações de ecopontos e o nosso compromisso com o prefeito Daniel é entregar as obras em funcionamento o mais rápido possível. No Nova Marília estará funcionando em 60 dias e no Jardim Lavínia em 90 dias.”

O secretário municipal do Meio Ambiente e de Limpeza Pública, Vanderlei Dolce, lembrou que a construção de ecopontos era desejo do chefe do Executivo. “O prefeito Daniel deixou claro que os ecopontos faziam parte da sua gestão e agora se tornarão realidade. Sem dúvida é um marco para Marília e será de grande importância, pois teremos locais adequados para colocar o lixo reciclável e o principal objetivo é manter a cidade limpa, com mais saúde e qualidade de vida para a população.”

O vereador Albuquerque destacou que os ecopontos evitarão o descarte incorreto. “Só tenho que parabenizar a gestão do prefeito Daniel por mais essa importante conquista. Marília realmente está no caminho certo e os ecopontos trarão sustentabilidade, sendo a forma mais correta de se fazer o descarte do lixo reciclável. A nossa cidade está zelando pelo meio ambiente, com boa parte do esgoto já sendo tratado, e agora com a implantação dos ecopontos.”

Fotos: Júlio César de Carlis

Compartilhe
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter
Instagram

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*