Santa Cruz condena uso de imagem de generais no ato contra Congresso

Ex-ministro chama de irresponsável o uso de imagens de generais para convocar ato contra o poder legislativo.

General Santa Cruz comandou a Secretaria de Governo

Ex-ministro-chefe da Secretaria de Governo de Bolsonaro general Santos Cruz classificou como grotesco e irresponsável o uso de imagens de generais do Exército para convocar manifestações contra o Congresso Nacional.

Marcado para o dirá 15, o ato foi sugerido a Bolsonaro pelo ministro do Gabinete de Segurança institucional, general Augusto Heleno.

Em entrevista à coluna de Chico Alves no UOL, Santos Cruz esclareceu que não era a favor nem contra a manifestação. “Sou contra usar indevidamente a imagem de quatro generais para iludir o povo de que a instituição Exército está comprometida. É isso que está errado”, disse.

Santo Cruz postou a seguinte mensagem: “Exército – instituição de Estado, defesa da pátria e garantia dos poderes constitucionais, da lei e da ordem. Não confundir o Exército com alguns assuntos temporários. O uso de imagens de generais é grotesco. Manifestações dentro da lei são válidas”, escreveu o general.

O primeiro tuite, com o título “Irresponsabilidade”, foi interpretado como uma crítica indireta a seus colegas de farda, ao expressar que “confundir o Exército com alguns assuntos temporários de governo, partidos políticos e pessoas é usar de má-fé, mentir, enganar a população”

Na imagem publicada nas redes sociais para divulgar o protesto aparece as fotos de quatro generais da reserva: Mário Araújo (atual secretário de Segurança Pública de Minas Gerais), o vice-presidente Hamilton Mourão, o ministro Augusto Heleno e o deputado Roberto Peternelli Júnior (PSL-SP). Abaixo, o texto convoca para ir às ruas “em massa” e diz que “os generais aguardam as ordens do povo”. Termina com palavras de ordem contra os presidentes da Câmara e do Senado.

General Santos Cruz

@GenSantosCruz

IRRESPONSABILIDADE
Exército Brasileiro – instituição de Estado, defesa da pátria e garantia dos poderes constitucionais, da lei e da ordem. Confundir o Exército com alguns assuntos temporários de governo, partidos políticos e pessoas é usar de má fé, mentir, enganar a população.

Ver imagem no Twitter
5.085 pessoas estão falando sobre isso

Site Vermelho com informações da coluna de Chico Aves do UOL

Compartilhe
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter
Instagram

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*