SENADO CONTRARIA BOLSONARO E AUMENTA SALÁRIO DE JUÍZES

Com 41 votos favoráveis, 16 contrários e 1 abstenção, o Senado aprovou na noite desta quarta-feira, 7, reajuste de 16,38% no salários dos ministros do STF e do procurador-geral da República; medida contraria o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), que mais cedo havia declarado que “não era o momento” de aumentar salários do Judiciário; com o reajuste, ministros do STF, que recebem R$ 33,7 mil, passarão a ganhar R$ 39,2 mil; impacto nas contas pode chegar a R$ 6 bilhões por ano graças ao chamado “efeito-cascata”

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*