Sindicato “bate duro” no prefeito Daniel e seu plano de contenção de despesas

Sindimmar defende equilíbrio
de salários de servidores

Prefeito Daniel com as mãos no bolso e a sindicalista Bruna Marcelino que tem sido grande liderança do movimento sindical

A diretoria do Sindimmar (Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Marília) defende que as ações de controle de despesas da administração municipal sejam revertidas em prol dos trabalhadores municipais.
Para a vice-presidente Bruna Marcelino, o decreto é muito amplo, que não fere somente os direitos e os benefícios dos trabalhadores, mas também vai acabar impactando quem faz uso do serviço público, a população. “É claro que o Sindimmar é contra essa política de contingenciamento, que eles (administração) esboçaram na necessidade do decreto. O que a gente espera é que esse R$ 1,5 milhão de economia apresentado garanta o equilíbrio das contas do Ipremm (Instituto de Previdência do Município de Marília), com pagamento em dia”, destacou.
Bruna apontou ainda que as medidas devem garantir também o equilíbrio do pagamento da folha dos servidores ativos da prefeitura, que está recebendo os salários de forma escalonada.

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*