“Síndrome de vira latas”, por José Maleski.

Síndrome de vira latas

José Maleski

A constituição da comunidade brasileira no Sul da Florida é bastante diversificada, senão vejamos: temos em MIAMI uma concentração de brasileiros abastados principalmente membros dessa elite exploradora no BR que tem seus tentáculos aqui na América, são minoria, vivem buscando holofotes nas mirradas e insignificantes colunas sociais nas publicações brasileiras. Destilam preconceito, supervalorizando personagens decadentes  de brilho e talentos duvidosos  do cenário  artístico brasileiro ,oriundos em sua maioria da emissora platinada que manipula boa parte da comunicação e da política brasileira. Dispensa citar que votam e apoiam candidatos elitistas da direita brasileira.

Podem ser encontrados também nas entregas de prêmios cujos vencedores afloram de duvidosas enquetes via internet, premiando membros de “destaque” da comunidade

Temos também os imigrantes ilegais e indocumentados, para a maioria  lhes foi concedido o visto de turista e  foram ficando após o termino legal da permanência,  são tolerados pelos americanos em geral , ou os que entraram ilegalmente pela fronteira do México esses vivem em constante perigo de deportação e são odiados pelos americanos que os consideram invasores mesmo sendo em sua quase totalidade trabalhadores que buscam seu sustento nos trabalhos pesados  e vivem um dia a dia penoso devido a sua situação imigratória e o medo da  prisão e deportação caso forem localizados. Merecem artigos em separado pois as historias sao mirabolantes e quase inacreditáveis.

Temos os trabalhadores legalizados, residentes permanentes ou mesmo os com dupla cidadania, é a massa produtiva que é acolhida com simpatia e respeito  pelos americanos pois em sua maioria pagam impostos sobre seus trabalhos ,e contribuem para o desenvolvimento social no aspecto legal.

Porque Síndrome de vira latas? A grande maioria dos brasileiros que tem sua residência fixada aqui , legais ou ilegais, vem de classes sociais com pouco ou nenhum acesso a informação em geral , grupos que foram impedidos de progredir por motivos variados desde a pobreza extrema ate a manipulação  pelos poderes políticos regionais ceifadores de oportunidades e de horizontes. Pode soar preconceituoso, mas é uma realidade que pode ser comprovada facilmente.

Essa turba verde e amarela culpa o Brasil como  um todo pelos seus fracassos pessoais, por suas fraquezas,  bradam que nunca tiveram oportunidades e hoje as tem aqui na América.  A maioria vem iludida por desonestos irresponsáveis que vendem o conto de ficção  ” Paraiso Americano” onde o “modus vivendis” é confortável , seguro e luxuoso, onde se dirigem carrões, em estradas perfeitas, ruas bem sinalizadas e segurança publica impecável.

Tudo isso tem um leve toque de verdade mas a preços altíssimos sociedade americana é altamente consumista esse vírus social infecta os brasileiros logo ao primeiro contato. Toda essa situação conflitosa aqui resumida,  engendra  esse sentimento negativo, recheado de ódio e alimentado diariamente pela poderosa rede de tv  que engloba as informações , onde  bandidos elitistas são endeusados e incrimina inocentes sem pudor nem decência, corre um boato que para isso  ate o Poder Judiciário é manipulado.. A modinha é falar  mal do Brasil o tempo todo, em todos os aspectos, isso é reforçado atualmente pela facilidade que as falsas informações correm a internet, onde youtubers inescrupulosos principalmente aqui da região de Orlando FL instigam e iludem  brasileiros a abandonarem tudo para  saborear os prazeres da vida americana. Viver nos  Estados Unidos tem vários aspectos positivos mas como todos os pensantes  sabem, o capitalismo é cruel , a forma como a  politica  internacional de ocupações com interesses nas riquezas petrolíferas é levada a termo,  gera uma constante insegurança, a Terra da oportunidade já não é a mesma, os conflitos sociais crescem, racismo e preconceito escancarado ocultam o tão sonhado paraíso.

O mundo esta farto de ódio !”

-Mahatma Gandhi                                                                                                        Ikselam2018

Apresentação do colunista

Jose Otávio Mello Maleski,  casado, uma filha , orgulhoso paranaense de Cornélio Procópio norte do Paraná  ,  legitimo “pé vermelho”.  Formado em Direito pela Universidade Estadual de Londrina, ex-funcionário do extinto  BANESTADO , ex Diretor do Sindicato dos Bancários de Londrina e região ,socialista por convicção politico ideológica  e não partidária.

                            Eclético em religião, com profundo respeito  a “DEUS” seja qual for a forma ou credo em que se  acredite e se apresente, apesar das   peripécias desonestas de boa parte dos  lideres religiosos .  Sambista, ritmista de Escola de Samba, residindo   desde 2006 em Boca Raton -Florida – Estados Unidos , corintiano de coração,  tenho  dupla cidadania  brasileiro por nascimento , e americano por adoção, amando e respeitando  minha Pátria natal ,bem como a América que simpaticamente me acolheu.

                             A partir de agora com a devida ” vênia” estarei  me aventurando no seleto  mundo dos jornalistas e escritores mostrando um pouco do ” jeito americano de ser e viver” sob o prisma de um brasileiro.  Saliento que não quero instigar debates ou discussões  acerca dos temas abordados, bem como não sou o senhor da verdade  e os artigos irão mostrar minha  visão pessoal e  experiências aqui vividas e testemunhadas.  Meu único e estrito compromisso eh com a verdade e  honestidade dos conteúdos aqui abordados . Faremos de forma descontraída e  divertida, repassando  informações em geral  , curiosidades , peculiaridades, e por que não , aberrações  da terra do Tio Sam.  

                               Agradeço o convite do amigo ZAPAROLLI ( maiúsculo pelo trabalho realizado) e espero somar experiências positivas ao grupo de colunistas do portalmariliense.com.

” A mente que se abre a uma nova ideia jamais voltara a seu tamanho original”

                   – Albert Einstein.

                                                                                                                                                 Ikselam2018

 

 

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*