Últimas

Unimar apoia a Campanha Janeiro Branco que alerta sobre os cuidados com a saúde mental

Janeiro Branco é uma campanha de conscientização para a saúde mental que começou em 2014 no estado de Minas Gerais, pelo Psicólogo Leonardo Abrahão, visando chamar a atenção aos temas como depressão, ansiedade e fobias, promovendo conhecimento para a quebra de tabus e a compreensão sobre os tratamentos adequados.

 

A escolha do mês, para esta reflexão, se deu por ser um período em que os casos de ansiedade e depressão aumentam, devido ao final do ano, em que muitas pessoas se sentem frustradas por não atingir as metas estipuladas.  Por isso, sentiu-se a necessidade de usar este período para disseminar conhecimento através de debates, palestras e ações em prol à saúde mental.

 

Durante a campanha, as cidades e instituições realizam ações para que as pessoas compreendam a importância dos cuidados com a saúde mental, podendo assim fortalecer e disseminar conhecimento entre a sociedade, mudando antigos preceitos e estimulando a busca por tratamento.

 

Saúde mental

 

Ao passar dos anos e com as transformações do mundo o número de casos de depressão, transtorno de ansiedade, síndromes do pânico, entre outros, cresceu assustadoramente. Segundo levantamento realizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a depressão afeta mais de 300 milhões de pessoas em todo o mundo.

 

No Brasil, são mais de 11,5 milhões de pessoas afetadas pela doença. Número que coloca o país na 11ª posição do ranking mundial de população com transtornos da saúde mental, ainda segundo o levantamento da OMS.

 

Outros dois transtornos, pouco menos falado, mas tão grave quanto a depressão são: o  Transtorno da Ansiedade e a Síndrome do Pânico. Ainda segundo a OMS cerca de 15 milhões de brasileiros sofrem com alguns destes transtornos. Porém, o número pode ser maior, já que são casos de baixa procura por especialistas e de difícil diagnóstico.

 

Portanto, se você sente medo ou receio em excesso, muitas vezes de situações que ainda não aconteceram, alterações do sono, tensão muscular, medo de falar em público, medo de lugares fechados ou com grandes aglomerações, pensamentos obsessivos e comportamentos compulsivos procure já um psicólogo.

 

A Universidade de Marília (Unimar) oferece atendimento psicológicos por meio da Clínica de Psicologia, com tratamento via SUS e particular. Os atendimentos são realizados a um valor social (entre  R$ 5,00 e R$ 20,00 por sessão) à população e estudantes que procuram diretamente os serviços da Clínica. Pacientes encaminhados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) são recebidos e contam com o benefício de gratuidade do tratamento. Mais informações acesse www.unimar.br ou ligue (14) 2105-4000.

 

Compartilhe
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter
Instagram

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*