Últimas

Vereador Marcos Custódio liderou Câmara pela reabertura do comércio

Compartilhe

Vereadores aprovam projeto que estabelece retomada e enviam manifesto ao governador

Matéria foi construída com líderes da classe produtiva e empreendedora. ‘Manifesto Municipalista’ também foi encaminhado para a Assembleia
Vereadores aprovam projeto que estabelece retomada e enviam manifesto ao governador

Os vereadores de Marília aprovaram na sessão ordinária de terça-feira, dia 26 de maio, o projeto de Lei n.º 44/2020, que estabelece a retomada do funcionamento dos estabelecimentos comerciais de Marília, além de proporcionar condições para a retomada das celebrações litúrgicas de quaisquer confissões (cultos e missas, por exemplo). A matéria foi construída com diálogo e apoio dos líderes e representantes da classe produtiva e empreendedora, incluindo feirantes, empresários do ramo da gastronomia, prestadores de serviços, além de entidades, como a Associação Comercial e Industrial de Marília (Acim) e o Sindicato de Restaurantes, Bares e Similares, o Sinhores. Os 13 vereadores do Poder Legislativo também compuseram e assinaram o ‘Manifesto Municipalista Covid-19’, elencando uma série de argumentos em defesa da reabertura das atividades produtivas em Marília, diante da responsabilidade sanitária que o Município vem adotando desde o começo da pandemia de coronavírus.

Manifesto e projeto de Lei, já com a redação final que foi encaminhada ao Poder Executivo, foram apresentados na manhã da última quarta-feira, dia 27, em coletiva à imprensa realizada na sala da Presidência da Câmara Municipal com as presenças das seguintes autoridades e convidados: presidente da Câmara Municipal, vereador Marcos Rezende (PSD), segundo-secretário João do Bar (PP), vereador Marcos Custódio (Podemos), liderança dos feirantes João Oliveira, presidente do Sinhores, Sinval Gruppo, advogada Dra Carolina Martins Garcia, que na ocasião representou o presidente do Sindicato do Comércio Varejista, o Sincomércio, Pedro Pavão, e o superintendente da Acim, José Augusto Gomes, o Guto, que na oportunidade representou o presidente Adriano Luiz Martins. O presidente Marcos Rezende e os vereadores João do Bar e Marcos Custódio informaram que o Manifesto Municipalista, além de documentos e dados sobre a situação da covid-19 em Marília, chegaram até o governador João Dória (PSDB), vice-governador Rodrigo Garcia (DEM), presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, Cauê Macris (PSDB) e aos secretários estaduais Marco Vinholi, do Desenvolvimento Regional (Interior), e Antônio Carlos Rizeque Malufe, da Casa Civil.


Compartilhe

Comente

Seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*